O HOBBIT - J. R. R. Tolkien

Título original: The Hobbit
Autor: J. R. R. Tolkien
Editora: Martins Fontes
Páginas: 320
Classificação
Sinopse: Inesperadamente, Bilbo Bolseiro, um hobbit de vida confortável e tranquila no Condado recebe a visita de 13 anões e Gandalf que o arrastam em uma jornada através das montanhas e das terras ermas enfretando trolls, orcs, wargs, elfos para o resgate de um tesouro muito bem guardado por Smaug, o dragão. Bilbo se vê em diversas confusões e encontra algo que mudaria não só sua vida como de toda Terra-Média.



Por ser uma fã incondicional de O Senhor dos Anéis (quem me conhece sabe disso), eu sempre dizia a mim mesma que um dia leria O Hobbit e os demais livros de Tolkien. Então, com a proximidade da estreia do filme (li no final de Novembro) eu me animei. Afinal, era uma história que se passava antes da grande aventura de Frodo e eu queria saber como o anel havia chegado às mãos de Bilbo. Lá fui eu ler O Hobbit.

Tudo começa numa manhã, quando Bilbo recebe a agradável visita de Gandalf. O mago lhe pergunta se ele gostaria de participar de uma jornada, mas Bilbo recusa imediatamente, pois, se há uma coisa que um Hobbit preza muito é a comodidade e a rotina. Não gostam de nada que abalem a segurança de que todas as coisas acontecerão como o planejado. Uma viagem traria uma infinidade de coisas inesperadas, então não, ele não iria a lugar algum. Gandalf agradece a hospitalidade e se despede do amigo alegremente, sem se deixar abalar pela recusa.

No dia seguinte, um a um, 13 anões chegam à casa de Bilbo para planejarem a viagem, crentes que ele já estava a par de tudo. O hobbit, por sua vez, estava cada vez mais confuso, sem saber de onde surgiram os anões e por quê eles acreditavam que iria com eles, até que Gandalf aparece, esclarece tudo e termina por convencer Bilbo a acompanhar os anões nessa aventura, cujo objetivo era acabar com Smaug, o dragão, que vivia numa montanha em terras muito distantes.

Bilbo e os 13 anões dão início à sua jornada, passando por vários perigos. Tiveram batalhas com trolls, caíram em armadilhas élficas, foram incansavelmente perseguidos por orcs, foram feitos prisioneiros, se perderam... ufa! Até chegar à montanha de Smaug, eles passaram por muitos riscos e dificuldades. E nada disso termina quando eles chegam ao lugar. O livro é mesmo recheado de aventuras.

No entanto, confesso que me decepcionei um pouco. Depois da grandiosidade de O Senhor dos Anéis, eu achava que O Hobbit seria igualmente grande, mas não foi. É uma história legal, mas só. Uma criança de dez anos se entusiasmaria mais com o livro do que eu.

Gostei muito das aventuras vividas por Bilbo e seus amigos e também do fato de a mudança de seu caráter ser totalmente perceptível no decorrer da história. No começo do livro ele é egoísta, chato, resmungão e só se importa consigo. Durante a viagem e com tudo o que enfrentam, ele começa a mudar bastante e, quando chegamos ao final do livro, temos um Bilbo solícito, de boa índole, capaz de abrir mão de tudo para salvar seus amigos. Esse é um ponto tremendamente positivo na história. As cenas do jogo de adivinhas entre ele e o Gollum foi muito legal e tenho curiosidade em ver como isso ficou no cinema. Beorn, um transmorfo,  também é um personagem muito interessante e deve ter ficado show no filme, embora ele só vá aparecer no próximo, eu acho.

Os anões são folgados demais. Só pensam em comer e são covardes até os ossos, sempre deixando o trabalho mais pesado e perigoso – ou seja, TODO o trabalho – para Bilbo. Isso me irritou bastante, pois eu esperava muito mais deles, já que Gimli, em O Senhor dos Anéis, é corajoso e valente.

Sobre a morte de Smaug, então, minha frustração é sem tamanho, mas não vou dizer o motivo, pois seria spoiler. Se alguém quiser saber, me pergunte depois e eu conto em particular.

Pra concluir, afirmo que é um livro legal, mas que não é tuuuudo isso que dizem por aí e passa longe da grandiosidade de O Senhor dos Anéis.

Por ter me decepcionado um pouco com o livro, acabei por não ir ao cinema ver o filme, até porque  este foi dividido em três partes. Então resolvi esperar pra ver em casa mesmo, não me animei. No entanto, fica o trailer aqui pra quem ainda não tiver visto. Pelo que me parece, essa pode ser uma das raras vezes em que, pra mim, o filme supera o livro. Vamos ver. 



9 comentários

Enfim Shakespeare disse...

Bom eu sou suspeita em opinar no resultado do livro não gosto de senhor dos anéis =, então o Hobbit é indiferente para mim.

Mas pelo que li da sua resenha o livro é legal, mas não é tudo isso. Como eu já não gosto muito da série não me arrisco a ler

http://enfimshakespeare.blogspot.com.br

Enfim Shakespeare disse...

Oi Tem meme para você lá no Blog

http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/2013/02/complete-as-frase.html#comment-form

Rapha disse...

Oi San :D

Ao contrário de vc, eu nunca fã de Senhor dos Aneis ;~ Entao nao tenho vontade nem de ver, nem ler O Hobbit.
Que pena vc nao ter gostado mto da estoria ;/ Deve ter se decepcionado com Tolken.

Beijao!

Gih Pinheiro disse...

Oiiii ^^
O filme foi algo muito marcante pra mim, amei cada pedacinho e sinto muito por não ter lido o livro antes de assistir à adaptação.

Adorei o post, San!!!

Beijooos

Bruna Andrade disse...

Meu marido comprou O Hobbit recentemente e nenhum de nós começou a ler ainda, haha. Mas lendo um pedacinho deu pra ver que parece um livro infanto-juvenil mesmo. Como não li nada ainda do Tolkien vou começar com O Hobbit e provavelmente assim vou me maravilhar ainda mais quando ler A Sociedade do Anel.

Beijos,
sobrecafeelivros.blogspot.com

Marli Carmen disse...

Oi, achei o enredo bem legal da maneira que vc colou...o livro deve ser muito bem...
Beijinhos
http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

Marco Antonio disse...

Boa noite Sandra,

Quero muito ler o Hobbit e esse livro com certeza não seria igual o Senhor do Anéis, mas tenho muito curiosidade...parabéns pela resenha...abçs.


http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

Kellen Baesso disse...

Oii! Então, não li nenhum dos livros de O Senhor dos Anéis e não tenho tanta vontade de ler O Hobbit. Quem sabe futuramente. Não vi o filme também e nem sei quando verei.
Beijocas

Nerito disse...

Bem, não sou fã purista do Tolkien nem nada do tipo. Acho apenas que o livro é realmente muito bom para quem gosta do gênero.
Lembrando que "O Hobbit", apesar de ser do mesmo autor e tratar do mesmo "universo", não é o mesmo gênero que "O Senhor dos Anéis". Então acho que de certa forma, a decepção acaba acontecendo sim por conta da expectativa de que fossem grandiosos.
Sabe, quando li esse livro pela primeira vez, tive a mesma impressão que você, fiquei muito decepcionado. Só que uns três anos depois, certo dia, resolvi folheá-lo só para passar o tempo. Não consegui largar a leitura e me diverti tanto.
Inclusive, aquela batalha dos cinco exércitos, nessa segunda leitura, tomou para mim proporções épicas.
Por isso, não concordo que esse livro seria emocionante apenas para uma criança de dez anos...
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Últimos livros lidos