De Tudo Um Pouco - Devaneios da Gih (leitura obrigatória)

Os Lusíadas
Luís de Camões


E lá vamos nós para mais uma leitura obrigatória. Dessa vez esse mega clássico sobre o qual eu já falei aqui no blog.


Sinopse: Com centro na narrativa da viagem de Vasco da Gama até as Índias, Camões conta nesta epopeia a história do povo português, utilizando-se da estrutura clássica do poema épico. "Os Lusíadas" é, acima de tudo, uma declaração de amor de Camões à sua adorada terra lusitana.

(skoob)

Da primeira vez que falei dessa obra por aqui eu ainda não fazia ideia do que se tratava. Fiz uma pesquisa porque é um livro muito famoso, mas descobri apenas coisas triviais.

É bem diferente ter o livro em mãos e começar a ler cada verso e analisar criticamente um épico desse nível (coisa que estou aprendendo).

Cada estrofe é cheia de ritmo e trás um algo mais que impressiona. Ainda tenho muito o que ler, mas me apaixonei pelo amor que Camões possuía por sua terra natal, pelas coisas contadas de forma brilhante, da fantasia misturada à história.

Diferente de O Auto da Barco do Inferno (que também é uma leitura obrigatória pra mim), Os Lusíadas é escrito em português clássico que é bem mais parecido com o que temos atualmente, portanto o entendimento é bem mais fácil, não que seja completamente fácil, já que há muita coisa a ser explorada para se compreender um texto como esse.

Claro que a falta de tempo me impossibilita de me dedicar o suficiente a uma leitura como essa, mas acredito que ao chegar à última página e ler o último verso entenderei porque Camões é tido em tão alta conta por todo o mundo literário (como se eu não soubesse o porquê...;)


Beijos da Gih...
...e até a próxima!

3 comentários

Camila Araújo disse...

Eu tive que ler esse livro no colégio, mas li uma versão adaptada se não me engano, porque a gente leu na 6ª série-que-é-o-7º-ano, acho, e ficava tenso uns moleques de 11 anos por aí entenderem português de Portugal. kkk
Beijos.

Sandra Mendes disse...

"As armas e os barões assinalados
Que da Ocidental praia Lusitana,
Por mares nunca dantes navegados
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados
Mais do que prometia a força humana
E entre gente remota edificaram
Novo Reino, que tanto sublimaram; (...)"

Ahahahaha.
Sim, eu decorei alguns cantos para um trabalho de Teoria da Literatura, na faculdade. Se quiser, também posso declamar I JUCA PIRAMA, de Gonçalves Dias... rsrs.

Camões é grande, Gih! Eu gosto dele. :)

Sofia Duarte disse...

hihihi, se desejares também que declame um pouco... Estou disponível... Ahahah
Quanto ao Auto da Barca do Inferno, nós por cá vimos também em teatro (que é para o que foi feito) e é fantástico... Tem muita informação bem interessante :D

Há quanto tempo não vinha cá :) Por aí também é obrigatório ler 'A Mensagem' de Pessoa? É das minhas obras favoritas de todos os tempos.

rsrsrs, beijão para vocês, que continuem a ter muito sucesso por aqui :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Últimos livros lidos