Os fantasmas - Cesar Aira

Título original: Los fantasmas
Autor: César Aira
Editora: Rocco
Páginas: 160


“Cada qual era dono do seu andar, da sua garagem e depósito, de acordo, e nada mais: era só o que podiam vender. Mas, ao mesmo tempo, eram donos de todo o edifício.”


Buenos Aires, 31 de Dezembro de um ano qualquer.
Um prédio residencial de luxo está sendo construído no centro da cidade e as obras estão quase chegando ao fim. Na verdade, era para o edifício ser entregue nesse dia, mas, como todas as obras, acabaram tendo alguns atrasos e os compradores terão de esperar um pouco.

Na manhã do dia 31, todos os futuros moradores estão reunidos com o arquiteto responsável pela obra, o decorador e a paisagista, todos tomando medidas e fazendo esboços de como cada apartamento será decorado.

Tudo isso ocorre enquanto os pedreiros estão ali, realizando os últimos trabalhos do dia, ansiosos para que o meio-dia chegue logo para poderem parar, tomar um banho e ir para a casa ficar com suas famílias e preparar-se para a ceia de ano novo.

E também há os fantamas, que vão e vem tranquilamente, acompanhando as decisões das pessoas, ou sentando nas antenas quando se sentem entediados.

Raul Viñas é o meste de obras e o zelador do prédio, e trabalha junto com os demais pedreiros. Enquanto as obras continuam, foi-lhe permitido morar ali no edifício com sua família, no último andar. Todos são chilenos e foram tentar uma vida melhor em Buenos Aires.

Raul e sua esposa têm 4 filhos, dois meninos e duas meninas, sendo a mais velha, Patrícia, filha do primeiro casamento de sua esposa, mas Raul a criou e a ama como a uma filha.

Patrícia tem 15 anos e é muito sonhadora. Adora os romances das novelas às quais assiste e sonha em ter uma vida igual à vida dos personagens que fazem parte de sua vida. Ela é uma menina obediente e sempre ajuda sua mãe a limpar a casa e a cuidar de seus irmãos.

Porém, cada vez mais parece que ela vai se entristecendo, pois ela começa a perceber que sua família não tem nenhuma ambição e estão bem com aquela vidinha quase miserável. Quando acabar aquela construção, Raul vai procurar outra e começará tudo de novo. Não há sinal de mudança, o que a entristece, pois não é essa a vida que ela quer para si.

Uma outra coisa a respeito da menina, é que ela é capas de ver ou ouvir os fantasmas. Na maior parte do tempo ela não liga para eles, nem eles para ela. Mas na tarde do dia 31, uma pequena interação entre eles começa e, em consequência disso, aquela noite ficará marcada para toda a sua família.



Eu nunca havia lido nada de César Aira, por isso fiquei bem curiosa quando li a sinopse do livro e fiz o pedido para a editora. Porém, o romance é bem diferente do que eu havia imaginado.


Toda a história se passa em apenas um dia, começando de manhã e indo até poucos minutos depois da meia-noite, quando acontece a virada do ano.

Eu sei que o autor é muito elogiado na Argentina, seu país, mas, para mim, não vi nada demais em sua escrita.

Nós simplesmente vamos lendo sobre os acontecimentos de um dia corriqueiro nas obras de um edifício e na vida de uma família. A única coisa de “diferente” que há nisso é a presença dos fantasmas, que, na maior parte do tempo, são apenas figurantes.

Os personagens são rasos, não consegui me conectar com nenhum deles. Os pais de Patrícia são bem acomodados e realmente não têm nenhum pingo de ambição na vida. O único personagem que é um pouco mais desenvolvido é a própria Patrícia, mas nem ela consegue ser um personagem interessante. É sonhadora, vive com a cabeça no mundo das novelas e é bem bobona pra idade que tem.

Enfim, Os Fantasmas é apenas o relato de um dia comum na vida de pessoas comuns, com uma pequena interferência do sobrenatural, e com um final que, na minha opinião, deixou a desejar. Não fez muito sentido pra mim.

Mas, é claro, essa é apenas a minha opinião. Já li outras resenhas que falam muito bem do livro e fazem muitos elogios. 



Nenhum comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Últimos livros lidos