O MORRO DOS VENTOS UIVANTES por Emily Brontë


Título original: Wuthering Heights
Editora: Landmark
Autora: Emily Brontë
Páginas: 406
Classificação:

Toda a história, com poucas exceções, é contada pela testemunha ocular de todos os acontecimentos, uma governanta chamada Ellen Dean, ao locatário da propriedadeThrushcross Grange, também traduzida como Granja da Cruz dos Tordos, em Gimmerton, Yorkshire, Inglaterra, enquanto este se encontrava adoentado.
No início da trama, o patriarca da família Earnshaw resolve fazer uma viagem e traz consigo um pequeno órfão, que todos acham ser um cigano, porém sua procedência não é revelada em hora alguma da narrativa, ao qual denominam Heathcliff. Toda a afeição que o pai logo demonstra pelo menino enciuma seu filho legítimo, Hindley, que acha que está perdendo a afeição do pai para o menino. Sua irmã,Catherine, se afeiçoa por Heathcliff.
Quando o Sr. e a Sra. Earnshaw morrem, Hindley sujeita Heathcliff a várias humilhações. Este passa a ficar bruto e melancólico. Apesar do amor entre ele e Catherine, ela decide casar com Edgar Linton, por esse ter melhores condições de sustentá-la que Heathcliff.

Meus grandes sofrimentos neste mundo foram os de Heathcliff, eu os assisti e senti desde o início, o meu único pensamento na vida é ele.  Se tudo o mais desaparecesse e ele permanecesse, eu poderia continuar a existir; e, se tudo o mais permanecesse e ele fosse anulado, o Universo seria transformado em algo absolutamente estranho.  Eu não seria uma parte dele. O meu amor por Linton é como a folhagem na floresta.  O tempo irá mudá-lo, sei bem disso, como o inverno muda as árvores - meu amor por Heathcliff se parece com as pedras do chão - elas suscitam ínfima admiração, mas são necessárias.” (Catherine)

Heathcliff sai do Morro dos Ventos Uivantes e, quando volta, está rico, chamando a atenção de Catherine e despertando ciúmes em seu marido. Catherine tem uma filha de Edgar e morre logo em seguida. Heathcliff resolve se vingar de Edgar e de Hindley.
Primeiro se casa com Isabella, irmã de Edgar. Logo após, Isabella se lamenta de ter casado com Heathcliff, abandona-o e tem um filho chamado Linton, enquanto está longe de seu marido. Hindley cai no vício do jogo e da bebida e perde todos os seus bens para ele. Hareton, filho de Hindley, consequentemente, fica sem herança - mas apesar disso, considera Heathcliff uma pessoa de alta moral, não permitindo que se fale mal de sua pessoa. Antes da morte de Edgar, Heathcliff casa Linton e Cathy (filha de Catherine e Edgar). Cathy descobre-se sem bens, quando seu marido Linton morre e Heathcliff apresenta um testamento onde seu filho lhe passava tudo quanto possuía. Pensando já ter se vingado, percebe nos últimos descendentes das casas da Granja da Cruz dos Tordos e do Morro dos Ventos Uivantes o olhar de seus antepassados e a paixão entre os dois, morrendo só em sua loucura e solidão, pois até Catherine morre antes dele.
" - Catherine Earnshaw, enquanto eu viver não descansarás em paz! Disseste que te matei. Pois então assombra-me a existência! Os assassinados costumam assombrar a vida dos seus assassinos, e eu tenho a certeza de que os espíritos andam pela terra. Toma a forma que quiseres, mas vem para junto de mim e enlouquece-me! Não me deixes só, neste abismo onde não te encontro! Oh! Meu Deus! É indescritível a dor que sinto! Como posso eu viver sem a minha vida?! Como posso eu viver sem a minha alma?!" (Heathcliff)
Como último desejo é enterrado junto com Catherine, seu grande amor. Deste dia em diante muitos juram ver sempre um casal vagando pelas charnecas do Morro.
Essa é a história de um amor intenso que caminha de mãos dadas com o ódio.

Um comentário

Charlene disse...

Oh meu Deus! Outro livro que peciso ler, sempre que vejo meus livrinhos da Saga Crepusculo eu lembro desse. Mas quero ler ainda esse ano! A Bella falava demais nesse livro, tem coisa que anda mais próximo que o amor e ódio?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Últimos livros lidos