MORTE E VIDA DE CHARLIE ST. CLOUD por Ben Sherwood




Título original: The Death and Life of Charlie St. Cloud
Autor: Bem Sherwood
Editora: Novo Conceito
Páginas: 282
Sinopse: Um coração dividido entre dois mundos. Em uma pacata vila de pescadores da Nova Inglaterra, Charlie St. Cloud cuida dos gramados e monumentos de um antigo cemitério onde seu irmão mais jovem, Sam, está enterrado. Após sobreviver ao acidente de carro que tirou a vida de seu irmão, Charlie recebe um dom extraordinário: ele consegue enxergar, conversar e até mesmo brincar com o espírito de Sam. É neste mundo místico que entra Tess Carroll, uma cativante mulher treinando para navegar sozinha ao redor do mundo em um veleiro. O destino faz com que seu barco seja apanhado por uma violenta tempestade, trazendo-a assim para a vida de Charlie. Sua bela e incomum ligação os leva a uma corrida contra o tempo e a uma escolha entre a vida e a morte, entre o passado e o futuro, entre apegar-se ou deixar o passado para trás – e a descoberta que milagres podem acontecer se nós simplesmente abrirmos nossos corações.


Charlie e Sam St. Cloud são irmãos inseparáveis. Charlie tem 15 anos e Sam tem 13. Além de serem muito unidos, os dois têm muitos gostos em comum e uma intensa paixão pelo baseball.


Numa noite em que a mãe de Charlie saiu para trabalhar e os deixou sozinhos em casa, eles pegaram o carro da vizinha escondido e foram até uma cidade ali perto, para assistir a uma grande partida de baseball. Porém, ao voltar para casa, num segundo de distração, Charlie perde o controle da direção e o acidente foi inevitável. Nesse acidente, a verdade é que ambos, Charlie e Sam, morrem. Eles ficam ali parados, vendo seus corpos, muito assustados, sem saber o que fazer. Porém quando chegam os paramédicos, eles fazem de tudo para salvar os meninos. Charlie então percebe que ele está começando a desaparecer e percebe que está voltando. Sam pede que ele não o abandone e Charlie promete que não irá abandoná-lo nunca. E então Charlie abre os olhos e volta, mas Sam não pôde voltar.


Treze anos depois, Charlie agora trabalha no cemitério da cidade seguindo uma rotina pontualíssima. Mas por que o emprego no cemitério? Porque Charlie guarda segredos. Desde que o paramédico o trouxera de volta no dia do acidente, Charlie pode ver pessoas mortas. Ele tenta ajudá-los da maneira que pode, mas ninguém sabe sobre isso. E o principal: Charlie construiu, no bosque, na parte de trás do cemitério, um lugar grande o suficiente para ele poder abrir uma clareira para jogar baseball. Com Sam.


Todos os dias, ao pôr do sol, Sam aparece para jogar com Charlie e para conversarem. Ele conta a Charlie sobre como é a vida do outro lado e sobre as coisas que faz enquanto jogam. Passam algumas horas juntos e depois se vai.

Charlie nunca faz absolutamente nada que possa atrapalhar sua rotina de encontrar-se com o irmão. Mesmo que queira sair velejar – o que ele adora -, viajar, ele tem que voltar exatamente ao por do sol, pois 13 anos atrás prometeu ao irmão que nunca o abandonaria.

Paralela à história de Charlie, temos a de Tess, uma jovem que está se preparando para velejar durante meses pelo mundo, numa competição. Ela levou muito tempo se preparando para isso e, no final de semana antes da competição, resolve sair pra velejar e sentir como está o barco. Seu amigo a alerta de que haverá uma tempestade forte e que é melhor que ela não vá. Acostumada a situações de perigo no mar, Tess não dá muito crédito ao amigo e vai mesmo assim. A tempestade chega e seu barco vira.


Sem se lembrar muito do que aconteceu e com muitas dores, Tess consegue chegar em terra e vai direto para o cemitério, para o túmulo de seu pai, para dizer-lhe que tinha certeza de que ele esteve com ela. E então ela e Charlie se conhecem. Ambos simpatizam um com o outro e tem início aquela paquerinha gostosa. Começam a sair juntos pra se conhecerem.


Com o passar do tempo, Charlie começa a se questionar sobre a promessa que havia feito a Sam, que o mantinha preso àquele cemitério, sem poder viver sua vida. Ao mesmo tempo, começa a perceber coisas estranhas sobre Tess e, para seu terror, uma dúvida cruel lhe assalta. Seria verdade?


Dividido entre o amor de Tess e a promessa feita a Sam, e atormentado por suas desconfianças, Charlie viverá a maior experiência de sua vida e terá uma grande lição sobre o verdadeiro amor.


Morte e Vida de Charlie St. Cloud é um livro emocionante, repleto de beleza e de amor. Uma história linda e eenvolvente, bem ao estilo Nicholas Sparks, embora o autor seja Ben Sherwood.


O filme já saiu e, embora seja lindo, não transmite nem de longe a beleza e o amor que há no livro!





Recomendo!

15 comentários

lele tapias disse...

Eu comprei esse livro para a promoção da novo conceito. Ainda não tive tempo de ler, mas sua resenha é bem o que eu pensava que seria a história mesmo.
A resenha ta ótima e eu tenho certeza que não vou me arrepender da compra.

bjkasss

Luciana Mara disse...

Ei Gêmea!

Já vi este livro em promo tantas vezes e ainda não comprei.

Pelo jeito ele é mesmo lido (tem uma amiga minha que jurava que ele era do Nicholas...kkk)

E vou ver o filme só depois de ler o livro.

Bjins

Débora Lauton disse...

Esse eu ainda preciso ler... ia assistir o filme, mas sempre prefiro ler o livro antes...
Parece ser bom, vou ver se compro...

beijos,
Dé...

Agda disse...

Eu ainda não li esse livro , mas vontade não me falta.O que me falta é tempo ¬¬.
Mas sou como a Débora gosto de ler o livro antes de ver o filme.
A história deve ser apaixonante!

@Agda01

jayane disse...

Nossa como o livro e diferente vir esse final de semana o filme sinceramente me surpreendir com a história tem umas horas que fiquei arrepiada em algumas cenas principalmente a do acidente o filme e muito bom,a livro ainda não li e não tinha nem pretensão em ler,mas depois que vir o filme tudo isso mudou agora tenho que ler.

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Sanzinha! Estou ansiosa para ler Morte e Vida de Charlie St. Cloud. Beijos!

Marcelo Lima disse...

Boa resenha ...achei o livro quanto o filme bem parecidos mas enfim... Esse é um dos meus livros preferidos ")

Marco Antonio disse...

Boa noite Sandra.
Gostei da resenha e fiquei curioso.
Abçs.

http://devoradordeletras.blogspot.com/

Gih Pinheiro disse...

oiê!
Conheço a história meio por cima, mas apesar de achar que é bem interessante, eu não ando com muita cabeça pra drama.

Mas está anotado, uma dia leio! rs'

Beijos

http://kastmaker.blogspot.com/

Adriana Brazil disse...

Oi S2!
Ainda não li o livro e nem vi o filme, mas tenho maior vontade de fazer os dois!

bjs
Dri

Cacá SS disse...

Oi San,
Esse ainda não li, mas está na lista. E também sou das que está enrolando para assistir o filme só depois que conseguir ler, rs
Beijos

Cacá
*Meus Discos e Livros e Tudo o Mais*

Caline disse...

Oi San, o filme desse livro é lindo, chorei horrores. Fico imaginando o quando o livro deve ser perfeito, concerteza a história deve ser muito diferente e ainda melhor.

Sempre fico na dúvida entre comprar o livro ou não, gosto de ler primeiro e nesse caso seria o contrário, mas acho que vale a pena.

Beijos, Caline
Mundo de Papel

Pollyanna disse...

OI...
GOSTEI MUITO DAQUI. SEGUINDO))))
NOSSA! ESSE LIVRO É ÓTIMO!
ABRAÇOS...

Kellen Baesso disse...

Faz tempo que quero ler este livro, tempo mesmo. Ainda vou comprar. hehehe
Sempre me confundo e acho que o livro é do Sparks. hahaha Lembrei disso lendo seu comentário. Que coisa, né?

Beijos

Amanda disse...

Apesar de querer ler esse livro, eu não vou ler.
Vou assistir o filme que é mais rápido. rs

Beijos, Book and Cupcake

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Últimos livros lidos