De Tudo Um Pouco - Devaneios da Gih (leitura obrigatória)

Leitura obrigatória é uma expressão muito pesada para os amantes de uma boa leitura. Até porque, se amamos ler, dificilmente nos sentiremos obrigados a ler algum livro. Porém há situações em que a história é outra...

Sendo eu uma estudante de Letras tenho que ler muitas obras literárias, principalmente os clássicos da língua portuguesa, e temos que concordar que nem todos são de fácil entendimento ou sejam interessantes para 100% das pessoas.

Então trago para vocês minha primeira leitura obrigatória do ano:

O Auto da Barca do Inferno - Gil Vicente



Sinopse (skoob)
O "Auto da Barca do Inferno", de Gil Vicente, é uma sátira impiedosa da sociedade portuguesa do século XVI. Suas críticas não poupam ninguém - fidalgos, padres magistrados, mas também sapateiros e ladrões.
Cada personagem traz, nas roupas ou nas mãos, os símbolos de seus pecados e deles não podem se desfazer; não há defesa contra as acusações do Diabo ou do Anjo.

Assim que soube que teria que lê-lo quis saber mais sobre esse livro e achei o enredo muito interessante e original (ainda mais se considerando a época em que foi escrito).

Mas o problema acaba sendo justamente esse, o tempo, o livro foi escrito há séculos atrás, portanto foi desenvolvido numa linguagem muito diferente da que conhecemos hoje.

Confesso que ainda não consegui pegar o ritmo certo, sempre preciso consultar as notas para saber do que se tratam aquelas palavras estranhas e isso atrapalha a leitura, o que é bem natural, mas estou disposta a chegar ao fim dele entendendo tudo tim-tim por tim-tim.

Alguém aí já leu esse livro ou tem interesse em lê-lo? Não é uma leitura fácil, mas acredito que seja uma excelente obra.

Beijos da Gih... 
...e até a próxima!!

6 comentários

Bárbara Lorentz disse...

Tive que ler este livro pro Vestibular da UFES e foi uma das piores leituras que já fiz na minha vida. Acho que qualquer coisa que seja rotulado por obrigatório acaba ficando chato, como você mesma comentou.
beijos.

Camila Araújo disse...

Gih,
eu tive que ler esse livro na escola e não lembro muito de como foi a leitura na época, mas lembro que fizeram a encenação para a semana cultural e eu ri demais da peça.
Pelo que lembro é um texto cheio de tiradas e que é lido até hoje por ser atemporal.
Beijos.

Sandra Mendes disse...

Eu li pra faculdade.
Um texto muito inteligente, uma sátira bem construída e, como a Camis disse, atemporal.

Beijo, menina linda!

Gih Pinheiro disse...

Pois é Bárbara, obrigatório geralmente já tira nosso interesse né. Mas como sei que se trata de um enredo muito bom vou me esforçar.

E Camila, estou contando que o livro seja engraçado mesmo, vai que me distrai do vocabulário arcaico.

Ai, San, vou me tentar, estou contando que eu vá gostar mesmo ^^

Beijos, Meninas!!!!!

Marco Antonio disse...

Olá Gih,

Não li o livro, mas assisti ama peça de teatro e gostei muito...boa dica....abçs.


http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

Gih Pinheiro disse...

Olá, Marco.
Tenho muita vontade de ver alguma peça baseada nessa obra, dizem que são sempre ótimas! ^^

Obrigada pelo comentário.

*-*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Últimos livros lidos